Pato News

Pato News

Início Agro Boletim agropecuário comenta produção de arroz no Paraná

Boletim agropecuário comenta produção de arroz no Paraná

O Paraná tinha produção significativa de arroz até meados do século passado. Hoje, o volume está reduzido, mas o produto ainda se estende por 21,1 mil hectares e garante renda para famílias. Esse é um dos assuntos do Boletim Semanal de Conjuntura Agropecuária, produzido por técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, referente à semana de 9 a 15 de janeiro.

Há duas formas de plantio de arroz: o irrigado e o de sequeiro. O primeiro é mais comum em áreas de várzea, onde a água favorece o desenvolvimento do grão. O segundo é semeado em terras mais altas e secas. Esse fica mais exposto a perdas, sobretudo em razão de estiagens.

Para a safra 2020/21, os produtores paranaenses plantaram 2,6 mil hectares de sequeiro e 18,5 mil em área irrigada. A produção prevista é de aproximadamente 148 mil toneladas, repetindo o resultado da safra anterior. Esse volume não é suficiente para atender a demanda do Estado. Por isso, há necessidade de o arroz vir de outras regiões produtoras, notadamente de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Até 1975, o Paraná tinha produção significativa de arroz de sequeiro, com o plantio consorciado ao café. Por ter pouca área irrigada, a cultura cafeeira era uma boa opção. No entanto, a forte geada ocorrida nesse ano desestimulou a cafeicultura. A rizicultura, que já começava a definhar, seguiu o mesmo caminho. O florescimento da cultura da soja reduziu ainda mais a produção no Estado e nem mesmo o aumento do preço deve estimular uma retomada.

Em dezembro do ano passado, os produtores estavam recebendo R$ 100,00 pela saca de 60 quilos de arroz. Esse valor representa aumento de 56% em relação ao preço de R$ 64,00 pela mesma saca em dezembro de 2019. No caso do varejo, o preço médio subiu até 73%, passando de R$ 15,00 o pacote de 5 quilos para R$ 26,00. É possível que haja uma pequena redução com o início da colheita no final deste mês.

MILHO E SOJA – O boletim também registra que as lavouras de milho da primeira safra 20/21 começam a entrar na fase final de desenvolvimento, com 13% da área total estimada em 359 mil hectares em maturação e 58% em frutificação. Da segunda safra, 9,2 mil hectares dos 2,34 milhões de hectares previstos já estão plantados.

A soja foi beneficiada com as chuvas a partir de meados de dezembro e 82% das lavouras estão em boas condições, 13% em estado razoável e apenas 3% são consideradas ruins. O percentual é importante se levar em conta que até um mês atrás o volume em condições boas era de 77%.

TRIGO E OUTRAS – A análise da cultura do trigo destaca o decréscimo de 38% na importação em 2020, em relação a 2019, baixando de 681 mil toneladas para 422 mil. Isso mostra que há produto regional disponível e que os moinhos devem usar o trigo paranaense, mantendo a qualidade da farinha.

O documento fala ainda sobre as vendas externas brasileiras do segmento de fruticultura, durante 2020, que alcançaram 1 milhão de toneladas com US$ 1 bilhão de receitas. Em suinocultura, também é feita análise sobre a exportação brasileira e paranaense, que conseguiu um recorde de 136,7 mil toneladas.

Também há registro sobre o comércio internacional em relação à pecuária de corte, produtos lácteos e ovos. Por fim, o boletim semanal aborda as condições da lavoura de feijão e fala sobre a produção brasileira e paranaense da batata-doce.

Confira o boletim no www.agricultura.pr.gov.br/Pagina/Conjuntura-Boletim-Semanal-022021

Fonte/Imagem: AEN

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais

Bares e restaurantes têm o melhor desempenho do ano em julho

Bares e restaurantes têm o melhor desempenho do ano em julho, mas número de estabelecimentos com prejuízo ainda preocupa, informou a Associação Brasileira de...

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago nesta terça-feira

A Caixa Econômica Federal começa a pagar nesta terça-feira (9) a parcela de agosto do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás. Recebem hoje os beneficiários com Número de Inscrição...

Caminhoneiros recebem auxílio com parcela dobrada

Os motoristas de carga autônomos recebem hoje (9) as duas primeiras parcelas do Auxílio Caminhoneiro, benefício emergencial para repor os efeitos do aumento do diesel neste...

Duelo Flamengo x Corinthians define 1º semifinalista da Libertadores

O Flamengo recebe o Corinthians na noite desta terça-feira (9) para o segundo e decisivo duelo das quartas de final da Copa Libertadores, diante...