Pato News

Pato News

Início Pato Branco Terceira etapa de vacinação contra a Influenza começa nesta quarta-feira

Terceira etapa de vacinação contra a Influenza começa nesta quarta-feira

A terceira etapa de vacinação contra a Influenza (H1N1) começa nesta quarta-feira (9) em Pato Branco. Conforme definido pelo Ministério da Saúde, recebem as doses neste momento pessoas com comorbidades, com deficiências permanentes, caminhoneiros, trabalhadores portuários, Forças de Segurança e Salvamento, Forças Armadas, população privada de liberdade, funcionários do sistema de privação de liberdade e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas. A vacinação encerra no dia 9 de julho.

Para vacinar é necessário apresentar documento pessoal, carteira de vacinação e documentos específicos definidos pelo Ministério da Saúde (veja lista abaixo).

As doses serão aplicadas de segunda a sexta-feira nas salas de vacina das Estratégias de Saúde da Família (das 8h às 11h) e no ponto extra, ao lado da sala de vacina central, na Unidade Central de Saúde (das 8h às 11h15 e das 13h30 às 16h45).

Pessoas que tenham recebido a vacina contra a covid-19 devem, obrigatoriamente, aguardar o intervalo de 14 dias para receber a dose da vacina contra a influenza. Da mesma forma, quando forem vacinados contra a influenza, deverão aguardar 14 dias para tomar a vacina contra a covid-19. A vacina só é contraindicada para pessoas com alergia ao ovo.

Na primeira e segunda etapa de vacinação receberam as doses crianças de 6 meses até 5 anos 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas, trabalhadores de saúde, idosos acima de 60 anos e professores de escolas públicas e privadas de ensino básico e superior.

Pessoas desses grupos que não tenham sido vacinadas ainda podem receber as doses, indo até uma unidade de saúde. Não é necessário agendamento prévio.

Até o momento já receberam a vacina 14.064 pato-branquenses.

Serão vacinados

Pessoas com as seguintes comorbidades:

Doenças respiratórias crônicas (asma grave, DPOC, bronquiectasia, fibrose cística, displasia broncopulmonar, hipertensão arterial pulmonar, crianças com doença pulmonar crônica de prematuridade);
Doenças cardíacas (doença cardíaca congênita, hipertensão arterial com comorbidade, doença cardíaca isquêmica, insuficiência cardíaca);
Doença renal crônica (doença renal estágio 3-4-5, síndrome nefrótica, pacientes em diálise);

Doença hepática crônica (atresia biliar, hepatites, cirrose);

Doenças neurológicas (AVC, paralisia cerebral, esclerose múltipla, doenças hereditárias e degenerativas, parkinson, alzheimer);

Diabetes;

Imunossupressão;

Obesidade grau III (IMC maior ou igual a 40);

Transplantados;

Portadores de trissomia (síndrome de down, klinefelter, warkany, dentre outras trissomia).

Documentos necessários para pessoas com comorbidades: Exames e/ou receitas de medicamentos que comprovem a comorbidade e/ou declaração médica com a descrição da comorbidade e CID (de acordo com o plano de vacinação).

 

Pessoas com as seguintes deficiências permanentes:

Físicas (limitação motora que cause dificuldade ou incapacidade para andar);

Visuais (dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com o uso de óculos);

Auditivas (dificuldade ou incapacidade de ouvir, mesmo com o uso de aparelho auditivo);

Intelectuais (que limite as atividades habituais como trabalhar, ir à escola, brincar).

Documentos necessários: Laudos ou declarações médicas e/ou comprovação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e/ou documento de aposentadoria da pessoa com deficiência.

Profissionais das seguintes áreas:

Caminhoneiros: Motoristas de transporte de cargas.
Documento necessário: Carteira Nacional de Habilitação categoria D ou E.

trabalha como cobrador no transporte coletivo e/ou holerite.

Trabalhadores portuários: Qualquer trabalhador portuário.
Documento necessário: holerite.

Forças de Segurança e Salvamento: Policiais federais, militares, civis e rodoviários, bombeiros militares e civis e guardas municipais.
Documento necessário: Documento que comprove a vinculação ativa com o serviço de Forças de Segurança e Salvamento e/ou declaração de vinculação com assinatura e carimbo do responsável.

Forças Armadas: Membros ativos das forças

Trabalhadores do transporte coletivo, rodoviário, urbano e de longo curso: Motoristas e cobradores do transporte de passageiros.
Documento necessário: Carteira Nacional de Habilitação categoria E; declaração de que  armadas (marinha, exército e aeronáutica).

Documento necessário: Documento que comprove a vinculação ativa com o serviço de forças de segurança e salvamento e/ou declaração de vinculação com assinatura e carimbo do responsável.

População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.
A vacinação a estes grupos deverá ser pactuada junto a secretaria Municipal de saúde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais

Ministro diz que desemprego cairá para 8% antes do fim do ano

Atualmente em 9,3%, a taxa de desemprego pode cair para 8% antes do fim do ano com a recuperação econômica, disse hoje (9) o...

Beneficiários de NIS final 2 recebem hoje o Auxílio Brasil

A Caixa Econômica Federal paga hoje (10) a parcela de agosto do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 2. É a primeira...

Flamengo volta a derrotar Corinthians e avança na Libertadores

O Flamengo fez valer a vantagem de jogar em casa e derrotou o Corinthians por 1 a 0, na noite desta terça-feira (9) no...

Ônibus urbano perdeu 10,8 milhões de passageiros em 2021

Apesar da recuperação de 37,8% da demanda de passageiros pagantes transportados pelos ônibus urbanos em 2021 ante o ano anterior, quando comparado com o...